Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Não sei se têm acompanhado a mais recente polémica no mundo da publicidade, mas vale a pena: a marca visada desta vez é a Victoria Secret’s!

 

A campanha em causa:

Perfect.png

O que sentiram por ver estas imagens? Irritadas? Pois, foi precisamente esse o sintoma provocado em muitas mulheres por esse mundo a fora. Não gostaram que a marca usasse as suas modelos, as chamadas “Angels”, para mostrar o corpo perfeito.

 

Depois do episódio “Jessica Athayde”, este é um tema da máxima atualidade: A pressão que as mulheres sentem em enquadrar-se em determinados padrões de beleza, que não são muitas vezes atingíveis e realistas.

 

Concordo com tudo isso, acho mesmo que devemos ter consciência do que somos e de quais são os nossos objectivos realistas! Não devemos ser prisioneiras desses padrões, devemos fazer o que nos faz sentir bem, com cuidado pela nossa saúde, mas se não estamos bem com o que somos também devemos fazer por isso (há pior do que uma pessoa que está sempre a dizer que está gordinha e come como se não houvesse amanhã e não mexe uma palha?!).

Apesar disso, mais uma vez reforço: nenhuma mulher deve ser intimidada a ter um corpo perfeito!

 

No entanto, não acredito que fosse essa a intenção da Victoria Secret’s e se alguém me perguntasse: Qual é a tua definição de corpo perfeito? Lembrar-me-ia de uns quantas angels para responder a essa questão. Não é mentira! Elas têm de facto um “corpo perfeito”. Sinto-me intimidada por isso?! Não.

 

Mesmo assim, a grande marca de lingerie deixou-se “intimidar” e alterou o slogan da campanha:

everybody.png

 

Se mudou para melhor?! Tenho dúvidas. O slogan “um corpo para todos” mantendo as imagens das modelos Victoria Secret’s acho que é ainda mais irrealista e mais perigoso do que o slogan anterior. Afinal todas somos capazes de ter um corpo perfeito?!

 

Acho mesmo que a Victoria Secret’s deveria ponderar mudar a sua imagem para esta:

real.png

 

 Não percas o próximo episódio, porque nós também não!

 (para não perderes o ideal é fazer like na nossa página no facebook: LIKE!)

By Kat

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aviso

WINE&LIPSTICK, Fashion, Beauty, Travel, Lifestyle, Wine, Lipstick A blog to consume without moderation Todas as imagens publicadas neste blog são pessoais ou foram encontradas via motor de busca. Em caso de violação de direitos de autor, serão retiradas mediante aviso via e-mail.



1 comentário

Sem imagem de perfil

AL a 13.11.2014

Em tempos, as mulheres de "corpo bonito", eram as gordas, pois isso significava que era uma pessoa abastada. O facto de hoje em dia, se entender o "corpo bonito", como o magro, faz-me pensar no quanto a insistência das pessoas, e dos medias, num determinado aspeto, as faz mudar.
O que é belo, é algo tão subjetivo, que certas pessoas acham belo o corpo magro, enquanto outras preferem preferem traços curvilíneos.
Acho que a Victoria's Secret agiu de forma pouco Ética. Acho um afronta, quando as suas consumidores são gordas, magras, altas, e baixas, apelidar "perfect body", (que embora seja o nome do sutiã, não deixa de adquirir um duplo sentido, nesta campanha), a um só "tipo" de corpo.
Este padrão de magreza é irrealístico. Desde logo, as pessoas são diferentes, como tal, todo o seu funcionamento, o seu metabolismo, são diferentes. Depois, a sua profissão, obriga-as a terem um cuidado redobrado, com a sua aparência, por isso, visitam constantemente os ginásios, são acompanhadas por personal trainers, e nutricionistas. Estamos a falar de algo, que, para a maioria das pessoas, é inalcançável, quer por motivos económicos, quer pela vida que têm.
As pessoas devem manter-se magras, porque querem, não pela pressão.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



foto do autor