Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Acho que toda a gente concorda: Não se pode comprar amor!!!

 

money-cant-buy-me-love.jpg

 

Pode-se comprar quase tudo, mas, felizmente, existem ainda algumas coisas que não se pode comprar: o amor, a dignidade, a honestidade e uma série de outros valores... Felizmente!

 

Por isso, quando vejo “anúncios” para comprar likes, quase tenho vontade de chorar a rir, porque é exatamente isto: uma tentativa de vender/comprar amor!

Sabendo isso, comprar likes nas redes sociais é comprar um “amor” hipócrita. O like em vez de ser um barómetro do amor, um sinal de que as pessoas gostaram ou não do que publicaste, passa a ser apenas um número!

 

Na verdade gosto muito de comparar a compra de likes à compra de uma carteira da Louis Vuitton na candonga:

Tu sabes que é falsa!

As outras pessoas desconfiam que é falsa!

Portanto, mais valia comprar uma carteira na zara!!!

 

É praticamente a mesma coisa:

A pessoa que comprou os likes sabe que aquelas “pessoas” só fizeram like porque foram pagas, provavelmente desconhece quantas pessoas gostam verdadeiramente das suas publicações, por isso não consegue sentir a parte "humana" do like (gostei muito desta expressão! Nunca pensei dizer que os likes têm uma parte humana, mas na verdade têm sim, pois existe uma pessoa do outro lado a gostar).

As outras pessoas se forem mais atentas conseguem detectar a falsidade de uma carteira tal e qual como a falsidade de um like. Não acham estranho que uma menina do algarve, por exemplo, tenha grande parte dos seus likes vindos da Indonésia?!

 

Quando era mais nova comprei assim uma carteira da Chanel. Eu sabia que não era verdadeira, por isso praticamente não a usei... quando a usava não gostava da sensação e aí percebi que essa falsidade não nos dá nenhuma satisfação pessoal: que era melhor comprar uma carteira que podemos comprar, do que algo que nós sabemos que não é verdadeiro, por mais parecido que seja... Por isso, não consigo entender como as pessoas são capazes de comprar likes! Qual a satisfação pessoal de um like falso?!

 

Acredito que seja muito lindo ter 50.000 likes no facebook e no Instagram, mas se tiveste que pagar por esses likes, eles não têm valor! Preferia ter 500 verdadeiros...

 

Esta saga é ainda mais evidente no mundo dos blogs, onde todos querem ter mais e mais, onde o número atrai marcas, atrai parceiros, mas até essas pessoas/marcas são enganadas pelo número! Por isso, existem tantos “bloggers” a querer comprar amor.

Felizmente, esses acabam por não ser bem sucedidos, porque o amor não se compra e os que o tentam comprar acabam porque nunca o ter...

 

by Kat

Autoria e outros dados (tags, etc)

Acordas de manhã com o nervosinho na barriga a pensar quantos “likes” te fizeram durante a noite? Esperas pela hora certa para “postares” algo? Paras de falar com a pessoa que tens à tua frente para não perderes a hora de “ponta” do facebook? Pois é, parece que o facebook passou de uma ferramenta de partilha para uma competição desenfreada por “likes”. Pior que tudo isso, é perceber o que realmente significam todos esses “likes” que orgulhosamente ostentas.

 

Fiz uma breve pesquisa (aliada à minha experiência de utilizadora) e eis a verdade escondida:

 

 Legenda do(s) “Like(s)”:

  • Like Ciumento”: o(a) namorado(a) que tem que ser o primeiro a gostar de tudo (tudo mesmo!);
  • Like Forçado”: a tua amiga fez e não queres ficar a atrás;
  • Like Amigo”: aqueles 3 a 4 “likes” que os teus verdadeiros amigos te fizeram, sabes?;);
  • Like Duvidoso”: o “like” que fizeste por puro engano (estavas a ver o fb na aplicação do telemóvel e gostaste de algo que nem te apercebeste);
  • Like Vírus”: quando começas a gostar e sugerir páginas de “meninas” automaticamente e sem o teu consentimento, é o chamado “já foste…!!”;
  •  “Like Roubado”: quando entras no fb da tua amiga(o) e gostas da tua publicação (confessa!);
  • Like Simpatizante”: colocas um “like” só porque até és amigo do amigo..;
  • Like Coitadinho”: este(a) nunca tem “likes”, vou fazer um porque até teve graça / está engraçado…; 
  • Like Interesseiro”: mesmo que a publicação não seja nada de jeito, vais gostar só para a pessoa ver que tu estás “interessada(o)”;
  •  “Like Invejoso”: “bitch” compraste a mala que eu queria (you know the feeling..);
  • Like Competitivo”: só para a tua melhor amiga ter mais “likes” do que “a outra”, toma lá mais um!;
  • Like Solidário”: o(a) amigo(a) que faz “like” para parares de lhe pedir…;
  • Like Ominipresente”: sabes que a tua amiga gostou, simplesmente não quis demonstrar ;);
  • Like Pedinte”: “façam likes na minha foto!!!!!”;
  • Like Comprado”: Sim, custou €, ou vocês acham mesmo que o Ronaldo gosta / usa “linic” para o cabelo? ;)
  • Like Precoce”: O “like” que fizeste antes do tempo… ;
  • Like Verdadeiro”: aquele que tu fazes porque gostas mesmo (mas se tivesses algo mais a dizer tinhas escrito um comentário)….

E tu, que tipo de “likes” já fizeste hoje?

 

By Katbel

Autoria e outros dados (tags, etc)

Criar um blog à primeira vista parece mesmo fácil: escrever uns textos, por umas imagens e tentar fazê-lo com regularidade! Não sei se para alguém acontece mesmo assim, mas tenho-vos a dizer que, pelo menos para nós, não foi! Trabalhar e ter um blog ao mesmo tempo não é tarefa fácil. É preciso dedicação, planeamento, pesquisa, gosto pelo que se escreve e acima de tudo tempo. Por isso quando começámos, o nosso primeiro pensamento foi "vamos ver no que isto dá". 

 

Já se passaram 6 meses desde a criação do nosso blog! Escrevemos 272 posts , recebemos 350 comentários e o sapo publicou alguns dos nossos textos.

 

Portanto, está na hora de dar mais um passo e por isso criámos o nosso canal no Youtube. O nosso objectivo é realizar vídeos com imagens e momentos criados por nós, para vocês, esperando sempre os vossos comentários e críticas. Não somos profissionais neste campo, mas vamos dar o nosso melhor! 

 

Create a blog at first seems very easy: write some texts, put some pictures and try to do it regularly! I do not know if it happens like this for someone, but we can say that, at least for us, it was not! Work and having a blog at the same time is no easy task. It takes dedication, planning, research, taste for what is written and above all time. So when we started, our first thought was "let's see what it gives."

 

It's been six months since the beginning of our blog! We written 272 posts, 350 comments received and Sapo published some of our texts.

 

So it's time to take another step and so we created our channel on Youtube. Our goal is to make videos with images and moments created by us, for you, always waiting for your comments and criticisms. We are not professionals in this field, but we will do our best!

 

 

Se tiverem um smartphone coloquem-nos na vossa lista de leitura e o nosso ícone aparecerá assim

IMG_0038.jpg

 

 

Subscrevam o Canal do Youtube!

Canal Youtube.tiff

 

Façam like na nossa página do Facebook

Facebook wl.tiff

 

 

Sigam-nos no Instagram Wine_n_Lipstick

IMG_0040.png

 

Ficamos à vossa espera!!! 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obrigada!

29.10.14

Yeahhh!!!

 

10.000 visitas.PNG

 

Sim, são 10.000 visitas! Muito obrigada a todos os que têm seguido este blog... 

É um prazer enorme ver este contador rodar todos os dias e 10.000 visitas em menos de dois meses deixam-nos muito felizes. Por isso: Muito obrigada!!!

 

Se ainda não fizeste like na nossa página do facebook aproveita e começa a seguir-nos: clica aqui wine&lipstick ou diretamente na imagem. 

Capture.PNG

 

 

by Katbel

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aviso

WINE&LIPSTICK, Fashion, Beauty, Travel, Lifestyle, Wine, Lipstick A blog to consume without moderation Todas as imagens publicadas neste blog são pessoais ou foram encontradas via motor de busca. Em caso de violação de direitos de autor, serão retiradas mediante aviso via e-mail.



foto do autor