Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Eu sei que estavam à espera deste post...

Cuba é um destino que atrai sempre muita curiosidade e está na lista de “a visitar” da grande maioria das pessoas. A Bel já lá foi e fez também um post sobre a sua experiência (link aqui), mesmo assim acho que vale a pena partilhar a minha...

IMG_7515.jpg

 

Porquê Cuba?

Porque podem aliar a praia fantástica, com toda a vida de resort que merecemos para descansar, à cultura. Cuba tem uma cultura muito própria, com um regime económico completamente distinto do nosso (mas vou deixar toda essa conversa para um outro post) e é um local histórico. Por isso, não é só férias de papo para o ar, são férias que nos deixam mais ricos e, no fundo, é isso que se pretende com as viagens.

 

Julho tem bom tempo?

Como qualquer destino de praia, importa saber se está bom ou mau tempo, por isso eu pesquiso sempre qual a melhor época para ir, temperaturas médias históricas, precipitação e bla bla bla.

Todos os sites dizem que entre Junho/Julho e Outubro/Novembro (algures entre estes meses) é o tempo das tempestades, no entanto, é nestes meses que toda a gente tem mais facilidade em tirar férias. Já tinha pensado em Cuba imensas vezes e por causa destas previsões desisti. Desta vez, decidi “arriscar” e fui no final de Julho e posso dizer-vos que não apanhei um único dia de chuva em duas semanas.

Pensei mesmo que ia apanhar umas boas chuvadas, porque geralmente não tenho sorte nenhuma, mas como o mundo está mesmo louco, nem vale a pena confiar nas médias ou nas estações do ano. Isto é cada vez mais uma questão de sorte, acho.

image.jpg

IMG_6990.JPG

 

Onde ficar?

Eu fiquei as duas semanas em Varadero, porque não conseguia marcar duas semanas com os pacotes combinados de Havana e Varadero. Na altura não me importei muito porque Havana fica “só” a 150km e sempre me falaram muito mal dos hotéis de lá, mas na verdade não fica assim tão perto.

Durante esses duas semanas fiquei no Melia Varadero porque era a melhor opção em termos de rácio qualidade (pontuação no tripadvisor)/preço.

IMG_7058.jpg

O hotel é de 5 estrelas, mas como devem imaginar em Cuba mesmo os hotéis de 5 estrelas não são surpreendentes. Os espaços do hotel são bons, os quartos são ao estilo caraibas, mas estão bem equipados e são espaçosos, no entanto, o hotel não é muito novo (nas minhas pesquisas não vi grandes hotéis novos em Varadero).

IMG_6912.jpg

 

O único ponto negativo que encontrei foi mesmo na comida. Cuba tem algumas carências de alimentos (apesar de haver lagosta sempre), especialmente de produtos frescos, e para além disso a forma como os confeccionam não é lá muito do meu agrado (posso ser eu que sou esquisitinha). Ponto positivo disso: não saímos a rebolar do resort! ;)

Apesar disso, gostei do hotel porque bastava ir à varanda do meu quarto e ver a cor do mar para adorar. O mar era super calmo, a água ótima e transparente e por isso já vale a pena. Uma outra coisa que gostei no hotel era o facto de organizarem uns sunset tonics (com gins tónicos como dá para perceber pelo nome) e que passaram a fazer parte da minha rotina no hotel.

image.jpg 

IMG_7596.jpg

 IMG_6952.JPG

IMG_6980.JPG

 

Se recomendo? Sim, mas têm de estar preparados para não ser verdadeiramente um hotel 5 estrelas.

 

 

Varadero tem alguma coisa para ver?

Varadero é obviamente para a praia (certifiquem-se que a praia do hotel é boa), mas uma visita à cidadezinha é um bom passeio...

Existe um autocarro turístico que passa em alguns hotéis e que permite fazer uma visita panorâmica por toda a península de Varadero. O bilhete custa 5 CUCs (5 euros, basicamente) e dá para todo o dia, podem entrar e sair à vontade. Fui ver a casa do Al Capone (que btw é um restaurante), passei no centro da cidade com todos os carros velhinhos e no mercado (que é uma boa dica para fazer compras de artesanato). A cidade não é grande, por isso, uma manhã/tarde é suficiente.

 IMG_7670.JPG

 

Espero que tenham gostado deste post sobre Varadero. Nos próximos posts vou falar da minha experiência em Havana e da minha interação com a cultura cubana.

Se tiverem mais alguma questão, já sabem, podem deixar abaixo nos comentários que eu prometo responder.

 

By Kat

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sou super adepta de comprar online: evitamos as filas nas caixas, os provadores e as confusões das lojas e dos saldos. Eu até eu vivo muito bem com essa confusão, mas na altura de comprar o online é sempre a minha primeira opção.

Apesar de normalmente comprar apenas em marcas com lojas físicas, tive sempre alguma curiosidade em experimentar a Asos.

Para quem não conhece ainda, é um site britânico multimarca e um dos mais conhecidos dentro do género. Já tinha ouvido falar muitas vezes, principalmente por ser um site com muitas opções e que vende todo o tipo de roupas, para todos os tipos de pessoa.

 

Por isso, perante a minha dificuldade em arranjar o tal vestido para o casamento, decidi que era o momento de experimentar e arriscar tudo. Encomendei um primeiro vestido. Sempre com algum receio porque não sabia se ia chegar bem, se eu ia gostar do vestido e o que faria se não gostasse...

A encomenda até chegou cá a casa...

 

asos.png

 

(publiquei na altura esta foto no instagram - já nos segues?)...

 

Mas o que aconteceu?!

Eu não gostei de me ver com o vestido!

Era tal e qual a imagem, mas não sei... Não era o tal!

Como sou uma pessoa bastante teimosa, que não desiste nas primeiras adversidades, decidi encomendar um outro, do qual eu não gostava tanto, mas que era na cor certa para o casamento.

Conclusão: Fiquei com dois vestidos que não gostava e que teria de devolver (não ia ficar no prejuízo especialmente porque um dos vestidos foi um pouco caro).

Lá fui eu aos correios. Enviei o vestido mais barato, por correio registado e passado alguns dias (sei lá uma semana e meia, duas) estava receber o email da Asos com a recepção do vestido e com a ordem de devolução. Tão simples quanto isto. Enviei o vestido mais caro e correu exactamente igual: bem!

 

Fiquei por isso com boa impressão do sistema da Asos. As encomendas chegam super a tempo e direitinhas. Experimentamos e se algo não estiver bem o único mal é que temos de pagar os portes. Se for uma coisa leve, nem é muito caro, mas se calhar coisas mais pesadas vale a pena reconsiderar antes de comprar à maluca, especialmente se forem caras.

Como estas minhas duas compras falhadas até correram bem, considero comprar novamente através deste site, especialmente marcas que não se vendem por cá, não só de roupa, mas também de maquilhagem. Para as meninas interessadas este site vende marcas como Nars e TheBalm e por isso vai continuar nos meus favoritos!

 

Tinha de fazer este post, pois se toda a gente for como eu, gostam de ler os comentários e as experiências do pessoal antes de comprar onde quer que seja. Eu, também, li algumas coisas, tanto experiências positivas como negativas. Mas no geral achei que era bem fiável, por isso arrisquei. Se não tivesse um feedback positivo, jamais compraria...

 

Espero que façam boas compras e já sabem se tiverem algum dúvida, podem deixar aí nos comentários que terei todo o gosto em responder com o que souber.

 

By Kat

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há uns dois meses publiquei no Instagram (segue-nos no Instagram) uma foto deste creme da L’Oreal e agora que ele está quase no fim quero partilhar a minha opinião sobre ele, porque foi uma agradável surpresa.

instagram.png

 

 

A minha pele é bem estranha e por isso para eu gostar de um creme é sempre complicado. Não suporto cremes gordurosos, não posso com os cremes que se desfazem quando vamos para a maquilhagem e quero que a minha pele fique hidratada e iluminada (o que não significa oleosa).

 

Acho que todas sofremos um pouco deste mal e por isso estamos dispostas a gastar fortunas em cremes para que os nossos males sejam resolvidos. Depois de uma compra mal sucedida, vi este creme em promoção no continente e decidi experimentar (estava por tudo). Na primeira aplicação achei que o cheiro era bastante forte (tem lavanda, laranja, rosa, camomila e mais uma série de coisas). Não fiquei logo convencida, mas não desisti nessa primeira aplicação e ainda bem... Agora confesso que nem sinto o cheiro, o creme é super fresquinho e hidratante, não se desfaz e tem uns ligeiros brilhos para deixar a pele bem iluminada (o meu namorado não gostou muito dessa componente, mas eu também não gosto muito que ele roube o meu creme, ehehehe).

 

Por tudo isto fiquei bastante impressionada! Muitas vezes pensamos que é preciso gastar fortunas nestas coisas para ficar satisfeita e esta é uma prova de que nem sempre é assim...

Deixo por isso a dica... Sei que pode não funcionar bem com todas (há cremes que funcionam bem para muitas pessoas e com os quais eu não me dou), mas o creme não é caro por isso acho que dá sempre para experimentar se já estiverem fartas dos vossos cremes (eu, por exemplo, não gosto de usar consecutivamente nenhum produto).

 

Já experimentaram? E que tal?

 

A couple months ago I published on Instagram (follow us on Instagram) a photo of this moisturizer from L'Oreal and now that it’s almost over I want to share my opinion on it, because it was a pleasant surprise.

My skin is very strange and so for me to like a moisturizer is always complicated. I can’t stand the oily moisturizers or the ones that falls apart when we go to the makeup. I just want to have a moisturized and illuminated skin (which doesn’t mean oily).

I’m sure that all of us suffer a bit with this problema, so we are willing to spend a fortune on creams. After an unsuccessful purchase, I saw this moisturizer on sale and I decided to try it. In the first application I thought the smell was quite strong (has lavender, orange, rose, camomile among others). I was not immediately convinced, but didn’t give up on this first application...

Now I confess that I don’t even feel the smell, the cream is very fresh, moistorizer, light and have some brilliants to achive a natural luminosity (my boyfriend didn’t like this, but I also don’t really like him stealling my moitorizer, ehehehe).

For all this, I was quite impressed! We often think that we need to spend a fortune on these things to be satisfied and this is a proof that it’s not always true...

That’s way I leave the tip... I know that it may not work well with all of you girls, but this is not expensive so I think it’s worth trying...

Have you? What’s your opinion?

 

by Kat

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sendo que esta rubrica já dispensa apresentações, vamos passar ao que interessa. 

 

Que vinhos vos vamos "dar a provar" esta semana? 

 

Hoje vou falar de dois vinhos que já conheço, provei e quero mesmo falar sobre eles. Porém não têm nada a ver um com o outro, mas podem ser boas sugestões de fim de semana. 

 

Planalto 

O que sabemos?

Um belo vinho branco para brindar aos últimos dias de verão. Eu gosto mesmo deste vinho, seja para acompanhar a uma refeição mais leve, seja apenas para beber um copo (ou dois) ao final do dia com amigos.  

O que sabem os especialistas na matéria?

Região: Douro

Aroma:  intenso revela aromas primários de flor de laranjeira, citrinos e um toque mineral, bem conjugados com aromas tropicais provenientes da fermentação, como ananás e maracujá. 

Sabor:  Na boca é um vinho elegante e complexo, com boa acidez e estrutura, o que o torna muito equilibrado e harmonioso, com um final longo e envolvente. 

Castas: Malvsia Fina, Viosinho, Gouveio e Códega

Grau: 13 º

Preço:4,35€

 

 
Cem Reis
O que sabemos?
Comprei este vinho a primeira vez, num dos aniversários do meu irmão (que gosta imenso de vinho e percebe da coisa) por dois motivos: para não ir de mãos a abanar e para o impressionar. Claro que foi muito bem recomendado pela pessoa que me atendeu na altura. Mal abrimos o vinho, sentimos aquele aroma fantástico e envolvente. O sabor? Deixo para experimentarem. Só posso dizer que já repeti mais vezes. 
"Excelente acompanhamento de pratos de caça, borrego e carnes vermelhas, entre outras. Deverá ser servido a uma temperatura entre os 17º/18ºC."

O que sabem os especialistas na matéria?

Região: Alentejo

Aroma: De cor violeta concentrada, notas quentes e intensas a frutos pretos maduros e especiarias.

Sabor:  Encorpado, acidez equilibrada e com taninos bem presentes e redondosno final.

Castas:  vinificado a partir das melhores uvas de casta syrah, este vinho estagiou 9 meses em barricas de carvalho francês (70%) e em carvalho americano (30%).

Grau: - º

Preço:15,90€

 

 

 
 

Boas experiências ou se assim for o caso, boas repetições. 

 

Se clicarem nas garrafas vêm a nossa fonte de informação! 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não somos enólogas, não fizemos nenhum curso relacionado com vinhos, no máximo uns workshops e umas provas de vinho (a nossa maneira preferida de conhecer novos vinhos). Mas uma coisa sabemos, é que gostamos de vinhos, em especial tinto, mas um branquinho num almoço quente de verão ou numa tarde solarenga, sabe tão bem.

 

Como tal e em honra ao nosso nome, vamos criar uma rubrica semanal relacionada com vinho. Dar-vos a conhecer alguns vinhos que gostamos, alguns que queremos provar, novidades no mercado, vinhos que combinam bem com refeição em particular, ou com aquele queijinho que tanto gostamos.

Para inauguramos a nossa rubrica deixamos-vos dois vinhos tintos, um que conhecemos e gostamos imenso e um que temos curiosidade de experimentar.

  

 

 

Vallado
O que sabemos?

Que é bom, sabe bem, é persistente e podemos comprar no supermercado por 7,39€. 

Vai bem com um bom bife.

O que sabem os especialistas na matéria?

Região: Douro

Aroma: Concentrado, sobressaindo os frutos vermelhos maduros, esteva e violeta.

Sabor: Boa estrutura, carnudo com taninos redondos.

Castas: Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz, Sousão e Vinhas Velhas.

Grau: 13,5 º

 

 

 

 

 

 

O. Leucura

O que sabemos?

Queremos experimentar e o preço 70,91€ não é propriamente simpático.  

O que sabem os especialistas na matéria?  

Região: Douro

Aroma: Intenso e complexo, dominado pelos frutos pretos maduros, como amora e o "cassis", pelos aromas florais, como a violeta e pelos aromas provenientes da sua "elevage" em barrica.

Sabor: É um vinho poderoso, denso, e com muita estrutura. Possui uma acidez equilibrada, taninos firmes e muito maduros, bem envolvidos no seu corpo e volume. O seu equilíbrio encontra-se num painel de sensações, onde o peso, concentração, a riqueza e pujança se tornam decisivas. 

Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca

Grau: 14 º

 

 

 

Boas experiências ou se assim for o caso, boas repetições. 

 

Se clicarem nas garrafas vêm a nossa fonte de informação! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aviso

WINE&LIPSTICK, Fashion, Beauty, Travel, Lifestyle, Wine, Lipstick A blog to consume without moderation Todas as imagens publicadas neste blog são pessoais ou foram encontradas via motor de busca. Em caso de violação de direitos de autor, serão retiradas mediante aviso via e-mail.



foto do autor