Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No excuses!

23.04.15

back.png

 

Acontece a todas: o número de dias por semana em que vamos ao ginásio vai diminuindo, passamos uns dias sem por os pés no ginásio, esses dias passam a semanas e há casos em que se transformam em meses!

Não bastando o facto de não nos estarmos a exercitar, continuamos a pagar...

 

Calma! O meu caso não tem esta gravidade, mas na verdade passei mais de uma semana e meia sem qualquer exercício físico. Não fui de férias (nessas alturas sou capaz de passar mais tempo, mas como nunca fico parada nas férias também não sinto essa falta), não estive doente ou lesionada e portanto esta ausência de exercício físico, para mim que sou bastante assídua no meu ginásio, é estranha e não me deixa nada confortável...

Tive uns dias com um pouquinho mais de trabalho, outros com coisas combinadas, fui ao porto no fim de semana e houve outros dias em que o meu namorado não quis ir (ele foi em todos os outros dias em que eu não pude) e conseguiu desviar-me do meu objectivo.

Na verdade, com esta minha “falta aos treinos” percebi que ir ao ginásio/fazer exercício é mesmo uma coisa de habito: se vamos mais vezes, queremos ir, mas quando deixamos de fazer exercício parece que se apodera de nós uma força estranha que nos cola ao sofá e arranja desculpas...

 

Custa dar o primeiro passo, assumir que temos de nos mexer, pensar que o verão está aí à porta...

Custa, mas é preciso que façam qualquer coisa, façam promessas, arranjem motivação ou inspiração, mas é preciso é ir a primeira, a segunda e a terceira vez...

Neguem as tentações que vos possam aparecer à frente, não façam planos com terceiros para todas as noites ou todos os almoços da semana e criem espaço na vossa agenda para as idas ao ginásio!

 

Depois destes dias de ausência, eu voltei!!!! Foi estranho: não fiz tantos kms na passadeira, senti-me mais cansada, mas voltei e vou continuar a voltar, porque para além de me fazer muito bem ao físico, faz-me principalmente bem à mente...

Por isso se ainda não deste esse passo, já sabes: no excuses!

By Kat

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não sei se têm acompanhado a mais recente polémica no mundo da publicidade, mas vale a pena: a marca visada desta vez é a Victoria Secret’s!

 

A campanha em causa:

Perfect.png

O que sentiram por ver estas imagens? Irritadas? Pois, foi precisamente esse o sintoma provocado em muitas mulheres por esse mundo a fora. Não gostaram que a marca usasse as suas modelos, as chamadas “Angels”, para mostrar o corpo perfeito.

 

Depois do episódio “Jessica Athayde”, este é um tema da máxima atualidade: A pressão que as mulheres sentem em enquadrar-se em determinados padrões de beleza, que não são muitas vezes atingíveis e realistas.

 

Concordo com tudo isso, acho mesmo que devemos ter consciência do que somos e de quais são os nossos objectivos realistas! Não devemos ser prisioneiras desses padrões, devemos fazer o que nos faz sentir bem, com cuidado pela nossa saúde, mas se não estamos bem com o que somos também devemos fazer por isso (há pior do que uma pessoa que está sempre a dizer que está gordinha e come como se não houvesse amanhã e não mexe uma palha?!).

Apesar disso, mais uma vez reforço: nenhuma mulher deve ser intimidada a ter um corpo perfeito!

 

No entanto, não acredito que fosse essa a intenção da Victoria Secret’s e se alguém me perguntasse: Qual é a tua definição de corpo perfeito? Lembrar-me-ia de uns quantas angels para responder a essa questão. Não é mentira! Elas têm de facto um “corpo perfeito”. Sinto-me intimidada por isso?! Não.

 

Mesmo assim, a grande marca de lingerie deixou-se “intimidar” e alterou o slogan da campanha:

everybody.png

 

Se mudou para melhor?! Tenho dúvidas. O slogan “um corpo para todos” mantendo as imagens das modelos Victoria Secret’s acho que é ainda mais irrealista e mais perigoso do que o slogan anterior. Afinal todas somos capazes de ter um corpo perfeito?!

 

Acho mesmo que a Victoria Secret’s deveria ponderar mudar a sua imagem para esta:

real.png

 

 Não percas o próximo episódio, porque nós também não!

 (para não perderes o ideal é fazer like na nossa página no facebook: LIKE!)

By Kat

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há diversos estudos sobre o vinho, os seus benefícios, as calorias que contém, se engorda ou se emagrece, uns dizem que o vinho emagrece, outros dizem que os seus açúcares engordam e há aqueles que falam dos antioxidantes naturais do vinho que fazem maravilhas pela nossa saúde. Porém, a verdade é que com tanto estudo, não sabemos em que acreditar. Mas algumas das conclusões que existem gosto de pensar que são verdade.

IMG_5892.png

 

Por exemplo, …

…Embora o vinho tinto possa não ter um grande papel na perda de peso, ele pode ter vários outros efeitos benéficos ao organismo. Uma ou duas taças de vinho tinto por dia podem ajudar a aumentar o colesterol bom.

 

Vinho tinto também está cheio de flavonoides e resveratrol, dois antioxidantes que previnem a formação de placas nas artérias.

 

O piceatanol, uma substância presente no vinho tinto é capaz de atrasar o envelhecimento das células de gordura, ou seja, impede que elas se desenvolvam, o que leva logicamente a uma ajuda na perda de peso.

 

Se tiverem de contar as calorias no vinho, os vinhos com as menores quantidades são aqueles que contêm pouco álcool e pouco açúcar. Isso comumente traduz-se num vinho branco seco. Mas, no vinho tinto as calorias também podem ser baixas –basta ver o rótulo da garrafa para ver a graduação de álcool. Quanto menor o número, menos calorias.

 

Para se beneficiar das vantagens do vinho tinto, deve beber-se apenas a quantidade recomendada por dia. Enquanto homens podem beber duas taças por dia, as mulheres podem beber apenas uma.

 

ww2.gif

 

by Bel

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aviso

WINE&LIPSTICK, Fashion, Beauty, Travel, Lifestyle, Wine, Lipstick A blog to consume without moderation Todas as imagens publicadas neste blog são pessoais ou foram encontradas via motor de busca. Em caso de violação de direitos de autor, serão retiradas mediante aviso via e-mail.



foto do autor