Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Há já algum tempo que não falamos de viagens e hoje o nosso post é sobre um dia muito especial. Quando estivemos em Banguecoque (BKK) guardámos um dia para visitar um parque de elefantes e um templo de tigres. A distância de BKK ainda é grande mas vale cada quilómetro. Deixo-vos algumas fotos e uns comentários à nossa estadia em cada um dos sítios.

For quite some time we didn’t talk about travels and today our post is about a very special day. When we were in Bangkok (BKK) we kept a day to visit an elephant park and a tiger temple. The distance from BKK is long but worth every kilometer. I leave you some pictures and some comments on our stay at each site.

 

No parque dos elefantes fizemos um passeio de meia hora em cima do elefante com um dos tratadores. Admito que gostei do momento, porque pudemos tirar fotos e o elefante era muito simpático e até fazia truques, mas ao mesmo tempo tinha pena que o animal tivesse que nos transportar (para mim foi uma mistura de sentimentos).

In the elephant park we made a half-hour ride on the elephant with one of the handlers. I admit that I enjoyed the moment, because we could take pictures and the elephant was very friendly and even made tricks, but at the same time, I felt sorry that the animal had to carry us (for me it was a mixture of feelings).

16382_10154835945665131_7814960299328870959_n.jpg

 

10259054_10152292067638020_1159365534013220477_o.j

 

10333410_10152292067813020_2727100954385774578_o.j

 

IMG_2213.JPG

 

IMG_9404.JPG

 

 

Pelo meio desta aventura fizemos um passeio de rafting para descontrair e desfrutar da paisagem.

Through the middle of this adventure we did a rafting trip to relax and enjoy the surroundings.

10625044_10154835945815131_7188023941949151029_n.j

 

IMG_2244.JPG

 

IMG_9468.JPG

No templo dos tigres a coisa foi bem diferente. Apesar de ser contra o cativeiro de animais, há sítios onde eles são realmente bem tratados. Porém, neste caso achei um bocado estranho, porque apesar de a presença de um tigre ser algo imponente, eles estavam meios adormecidos, para puderem receber as visitas. Apesar disso, é uma sensação fantástica tocar num felino daquele tamanho. Conseguimos ver um deles a ser alimentado por um buda e “brincar” com um tigre bebé.

 

In the Tigers Temple things were quite different. Despite being against the captive of animals, there are places where they are really well treated. But in this case I found a bit strange, because despite the presence of a tiger be something impressive, they were asleep to receive the visits. Nevertheless, it is a great feeling to be in the presence of a feline that size. We could see one of them to be fed by a Buddha and "play" with a baby tiger.

1487790_10152292068988020_1827655219462693683_o.jp

 

1941380_10154835946375131_2375924605220771735_o.jp

 

 

 

IMG_9508.JPG

 

IMG_9599.JPG

 10372931_10152292069428020_759625034992707996_o.jp

IMG_9634.JPG 

 

Um dia diferente, uma experiência fantástica. 

A different day, a fantastic experience.

 

by Bel

Autoria e outros dados (tags, etc)

Para quem gosta de conhecer culturas diferentes e cidades loucas e caóticas, Banguecoque (BKK) é paragem obrigatória quando se viaja para a Tailândia. Podemos dizer que 4 dias são suficientes, mas sinceramente se ficarem mais tempo não vos vão faltar coisas para fazer. 

 

Saímos da tranquilidade das Phi Phi e de Krabi e chegámos ao caos de BKK. Chegámos ao aeroporto de noite e as nossas indicações seriam para apanhar o metro para o hotel, porém não nos estavamos a entender com as linhas e decidimos apanhar um taxi. Mesmo com um mapa e o nome do hotel em várias linguas ninguém nos queria levar (basicamente ninguém falava inglês). Voltámos ao aeroporto, fomos para a fila e acreditem que até ali, em qualquer lado e a qualquer hora, os taxistas vão vos tentar enganar. Mas mais tarde viemos a descobrir que nos hóteis eles têm um sistema ótimo de registar os taxis que vão e que chegam, para situações de reclamações ou de raptos quem sabe (medo). 

 

Em que hotel ficámos?

Escolhemos um hotel minimamente central e com bom aspecto. A oferta é muita, por isso não é uma tarefa dificil. O nosso hotel era o Centara Watergate Pavillion Hotel Bangkok e gostamos bastante. O espaço era muito giro, os quartos eram óptimos, o pequeno-almoço muito bom e completo e até desfrutámos de uma massagem no spa. (Ainda não vos contámos das nossas aventuras nas massagens tailandesas, mas acreditem nunca me bateram tanto e eu já fiz vários tipos de massagens!).

IMG_1598.JPG

 

 

IMG_1196.JPG

 

10414397_10152292062958020_3283950730292451936_n.j

 

IMG_4785.JPG 

O que levámos no nosso guia para fazer em BKK? E fizemos! 

- Jantar no restaurante do hotel que tinha um rooftop muito giro, com uma boa paisagem. 

 

- Ir à famosa Lebua Tower ao Sirocco Sky Bar - simplesmente fantástico, um dos bares mais giros onde já estive.

10351088_10152292063358020_4354030789932706587_n.j

 

IMG_1253.JPG

 

 

- Visitar templos e palácios - Wat Arun, Wat Phra Kaew ( Buda Esmeralda), WAT PHO (Buda Reclinado), Wat Suthat (Giant Swing) Wat Sukhothai Traimit (Buda Dourado) - gostámos imenso dos palácios, das cores, das estátuas, das construções, das orações que ecoavam pelos templos, os budistas a rezar e a fazerm a sua vida normal, como se nem estivessemos ali. Porém não vimos todos os templos, porque eram precisos dias destinados só a isso e horas de descanso daquele calor abrasador. O melhor foi mesmo no Grand Palace, que contratámos uma guia louca e super rápida, o que foi ótimo porque vimos imensas coisas, sem apanhar muito calor e ainda tivemos uma fotógrafa!

 

 

IMG_9002.JPG

 

10433304_10152292064163020_5233915757427246166_n.j

 

 

IMG_9321.JPG

 

 

IMG_4762.JPG

 

10446018_10152292066738020_3261864859298247913_n.j

  

 

IMG_9061.JPG

 

IMG_9105.JPG

 

 

- Fazer um passeio de barco pelo canal - não sei que vos diga desta experiência, mas acho que fomos enganados, não foi nada de especial. Vale para ver um float market, casas estranhas e as entranhas da cidade. 

IMG_9145.JPG

 

IMG_9235.JPG

 

 

- Sair em Kho San Road, a famosa rua caótica que aparece no filme da Ressaca. É quase tão louca como o filme retrata, bares atrás de bares, restaurantes, casas de massagens duvidosas, vendedores de espetadas de insetos, roupa ao preço da chuva, lojas de tatuagens, de comida, agências de viagens, bares de strip... Basicamente a vida noturna para os jovens acontece sobretudo aqui. A Kat ainda se aventurou numa massagem, mas eu não fui tão corajosa. Já agora se passarem por lá existe uma lista de dez coisas que devem fazer em Kho San Road : 

1. Beber (check)| 2. Manter-te acordado (cansaditos, mas acordados, afinal só se vive uma vez!)| 3. Olhar a multidão (check, só coisas estranhas que se vêm ali!)| 4. Comprar arte ( roupa com elefantes conta?)| 5. Compras (Tottaly check)| 6.Get a tattoo (Not yet)| 7. Comer Pad Thai (Check, já vos tinha falado deste prato tipico, que também comemos em Singapura)| 8. Apanhar um tuk-tuk (please no, quase que fomos literalmente raptados, mas não vamos falar dessa parte)| 9. Cantar (Só ouvimos)| 10. Conhecer novos amigos (portugueses sempre em todo o lado, impossivel não falar). 

IMG_1336.JPG

 

IMG_2120.JPG

 

IMG_4798.JPG

 

- Ir ao maior mercado da Tailândia Chatuchak weekend market - é a loucura. Aqui vende-se de tudo o que possam imaginar, é o IKEA, o Colombo, a Media Market, e o Jardim Zoológico num só sitio. São precisos dias para ver aquilo tudo, nós fomos lá umas horas. 

 

-  Ir a Chinatown - este seria talvez o sitio que cortariamos do nosso percurso. Não tem nada de especial e basicamente não gostam de estrangeiros.

 

IMG_1448.JPG

 

 

- Ir ao restaurante Nham um dos melhores restaurantes asiáticos. 

 

IMG_1387.JPG

 

- Ir ao Vertigo & Moon Bar, mais um rooftop com uma vista fantástica, mas não vai muito para além disso. 

 

- Fazer uma massagem - têm de fazer, mesmo que seja dura, ao fim de um dia de caminhada sabe muito bem. 

 

- Fazer um tour fora da cidade - Nós fomos visitar um santuário de tigres e fomos andar de elefante, mas fica para o próximo post sobre a nossa viagem, mas como imaginam adoramos. 

 

É um grande post, eu sei, e acreditem que está bem abreviado. Por isso se por acaso algum dia quiserem sugestões ou mais tópicos para além dos que relatamos aqui não hesitem em enviar-nos um email para wine-n-lipstick@sapo.pt ou contactem nos através do facebook KatBelFB.PNG

 

fotos e post by KatBel

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aviso

WINE&LIPSTICK, Fashion, Beauty, Travel, Lifestyle, Wine, Lipstick A blog to consume without moderation Todas as imagens publicadas neste blog são pessoais ou foram encontradas via motor de busca. Em caso de violação de direitos de autor, serão retiradas mediante aviso via e-mail.



foto do autor