Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Eu sei que estavam à espera deste post...

Cuba é um destino que atrai sempre muita curiosidade e está na lista de “a visitar” da grande maioria das pessoas. A Bel já lá foi e fez também um post sobre a sua experiência (link aqui), mesmo assim acho que vale a pena partilhar a minha...

IMG_7515.jpg

 

Porquê Cuba?

Porque podem aliar a praia fantástica, com toda a vida de resort que merecemos para descansar, à cultura. Cuba tem uma cultura muito própria, com um regime económico completamente distinto do nosso (mas vou deixar toda essa conversa para um outro post) e é um local histórico. Por isso, não é só férias de papo para o ar, são férias que nos deixam mais ricos e, no fundo, é isso que se pretende com as viagens.

 

Julho tem bom tempo?

Como qualquer destino de praia, importa saber se está bom ou mau tempo, por isso eu pesquiso sempre qual a melhor época para ir, temperaturas médias históricas, precipitação e bla bla bla.

Todos os sites dizem que entre Junho/Julho e Outubro/Novembro (algures entre estes meses) é o tempo das tempestades, no entanto, é nestes meses que toda a gente tem mais facilidade em tirar férias. Já tinha pensado em Cuba imensas vezes e por causa destas previsões desisti. Desta vez, decidi “arriscar” e fui no final de Julho e posso dizer-vos que não apanhei um único dia de chuva em duas semanas.

Pensei mesmo que ia apanhar umas boas chuvadas, porque geralmente não tenho sorte nenhuma, mas como o mundo está mesmo louco, nem vale a pena confiar nas médias ou nas estações do ano. Isto é cada vez mais uma questão de sorte, acho.

image.jpg

IMG_6990.JPG

 

Onde ficar?

Eu fiquei as duas semanas em Varadero, porque não conseguia marcar duas semanas com os pacotes combinados de Havana e Varadero. Na altura não me importei muito porque Havana fica “só” a 150km e sempre me falaram muito mal dos hotéis de lá, mas na verdade não fica assim tão perto.

Durante esses duas semanas fiquei no Melia Varadero porque era a melhor opção em termos de rácio qualidade (pontuação no tripadvisor)/preço.

IMG_7058.jpg

O hotel é de 5 estrelas, mas como devem imaginar em Cuba mesmo os hotéis de 5 estrelas não são surpreendentes. Os espaços do hotel são bons, os quartos são ao estilo caraibas, mas estão bem equipados e são espaçosos, no entanto, o hotel não é muito novo (nas minhas pesquisas não vi grandes hotéis novos em Varadero).

IMG_6912.jpg

 

O único ponto negativo que encontrei foi mesmo na comida. Cuba tem algumas carências de alimentos (apesar de haver lagosta sempre), especialmente de produtos frescos, e para além disso a forma como os confeccionam não é lá muito do meu agrado (posso ser eu que sou esquisitinha). Ponto positivo disso: não saímos a rebolar do resort! ;)

Apesar disso, gostei do hotel porque bastava ir à varanda do meu quarto e ver a cor do mar para adorar. O mar era super calmo, a água ótima e transparente e por isso já vale a pena. Uma outra coisa que gostei no hotel era o facto de organizarem uns sunset tonics (com gins tónicos como dá para perceber pelo nome) e que passaram a fazer parte da minha rotina no hotel.

image.jpg 

IMG_7596.jpg

 IMG_6952.JPG

IMG_6980.JPG

 

Se recomendo? Sim, mas têm de estar preparados para não ser verdadeiramente um hotel 5 estrelas.

 

 

Varadero tem alguma coisa para ver?

Varadero é obviamente para a praia (certifiquem-se que a praia do hotel é boa), mas uma visita à cidadezinha é um bom passeio...

Existe um autocarro turístico que passa em alguns hotéis e que permite fazer uma visita panorâmica por toda a península de Varadero. O bilhete custa 5 CUCs (5 euros, basicamente) e dá para todo o dia, podem entrar e sair à vontade. Fui ver a casa do Al Capone (que btw é um restaurante), passei no centro da cidade com todos os carros velhinhos e no mercado (que é uma boa dica para fazer compras de artesanato). A cidade não é grande, por isso, uma manhã/tarde é suficiente.

 IMG_7670.JPG

 

Espero que tenham gostado deste post sobre Varadero. Nos próximos posts vou falar da minha experiência em Havana e da minha interação com a cultura cubana.

Se tiverem mais alguma questão, já sabem, podem deixar abaixo nos comentários que eu prometo responder.

 

By Kat

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hoje início aqui uma mini rubrica de 7 posts sobre as minhas férias de verão que já lá vão! Isto porque ainda não me decidi onde ir este ano e estou apenas a 3 semanas de, supostamente, ir de férias! Por isso preciso de inspiração e quem sabe vocês me dê umas dicas. No limite, se for um “vá para fora cá dentro”, já me sinto bastante feliz, dado que o nosso país é realmente fantástico e tem sempre imensos sitios onde ir. 

 

Num dos meus posts também irei falar de uma viagem que fiz pela costa alentejana e que me fez para só quase na outra ponta de Espanha. Mas hoje vou começar por falar-vos na primeira viagem, além do atlântico, que fiz com o Pedro. Não que as anteriores não contem, mas acho que vou começar com esta, porque foi a minha primeira viagem depois de começar a trabalhar e é realmente gratificante quando podemos fazer tudo como queremos e gostamos, porque sentimos que aquilo é o resultado do nosso trabalho e esforço. 

 

E fiquem desde já a saber que, até ter outras responsabilidades, eu trabalho para viajar! 

 

Primeiro post, Cuba! 

 

O que vos posso dizer sobre este paraíso, cheio de história, tradição e beleza? Já lá vão 5 anos que por ali passei, acredito que não tenha mudado muita coisa, porque Cuba parece que está meio imortalizada no tempo. Duas noites em Havana, 7 noites em Varadero. E por mim, ficava por ali mais umas semanas, só para explorar todos os cantos e encantos. 

 

Penso que 3 dias, 2 noites em Havana é suficiente, mas se ficarem mais, têm muito para descobrir. Ficámos no Hotel Tryp Habana, diria que recomendo, sendo que vão passar pouco tempo no hotel, mas atenção, este hotel não é novo e a conservação não é a ideal.

 

Havana, muito caracterizada pelos seus carros, os mojitos, as cubanas, as pinturas, as ruas e o calor.

Não me lembro se tinha sequer um mapa, sinceramente, mas sei que nos perdemos pelas ruas, rendidos às pinturas e levados pelo calor, sobretudo o calor humano, porque as pessoas são realmente simpáticas. 

Visitámos a Bodeguita Del Médio, o Hemingway Hotel, a cidade antiga de Havana e as suas fortificações, o capitólio, a catedral e outros pontos turisticos que vocês terão oportunidade de descobrir se por lá passarem. 

 

Fotos não tenho muitas para vos mostrar, mas fui desencantar umas ao facebook, porque as outras estão num disco rigido que ainda não viajou até aqui. 

 

IMG_5728.JPG

 

IMG_5731.JPG

 

IMG_5732.JPG

 

IMG_5733.JPG

 

IMG_5734.JPG

 

IMG_5735.JPG

 

IMG_5738.JPG

 

E como foi Varadero perguntam vocês? Escolhemos ficar num hotel para maiores de 18, não que não goste de crianças, mas por vezes é preciso relaxar de verdade e achei uma óptima opção, por isso optámos pelo Paradisus Princesa del Mar e adorámos, recomendo mesmo. 

 

Em Varadero podem fazer tours, ir ver/nadar com golfinhos, passear pelas praias, ir ao mercado do artesanato, práticar mergulho, entre outras actividades que o vosso hotel vos possa indicar. 

 

IMG_5730.JPGIMG_5727.JPG

 

IMG_5729.JPG

 

 

 

IMG_5736.JPG

 

IMG_5737.JPG

 

IMG_5741.JPG

 

 

Resumindo Cuba, um sítio a não perder. Um local que indicado para umas férias românticas ou em familia, onde podem optar por uma variedade de actividades recreativas ou apenas pelo dolce are niente.

 

by Bel

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sou super adepta de comprar online: evitamos as filas nas caixas, os provadores e as confusões das lojas e dos saldos. Eu até eu vivo muito bem com essa confusão, mas na altura de comprar o online é sempre a minha primeira opção.

Apesar de normalmente comprar apenas em marcas com lojas físicas, tive sempre alguma curiosidade em experimentar a Asos.

Para quem não conhece ainda, é um site britânico multimarca e um dos mais conhecidos dentro do género. Já tinha ouvido falar muitas vezes, principalmente por ser um site com muitas opções e que vende todo o tipo de roupas, para todos os tipos de pessoa.

 

Por isso, perante a minha dificuldade em arranjar o tal vestido para o casamento, decidi que era o momento de experimentar e arriscar tudo. Encomendei um primeiro vestido. Sempre com algum receio porque não sabia se ia chegar bem, se eu ia gostar do vestido e o que faria se não gostasse...

A encomenda até chegou cá a casa...

 

asos.png

 

(publiquei na altura esta foto no instagram - já nos segues?)...

 

Mas o que aconteceu?!

Eu não gostei de me ver com o vestido!

Era tal e qual a imagem, mas não sei... Não era o tal!

Como sou uma pessoa bastante teimosa, que não desiste nas primeiras adversidades, decidi encomendar um outro, do qual eu não gostava tanto, mas que era na cor certa para o casamento.

Conclusão: Fiquei com dois vestidos que não gostava e que teria de devolver (não ia ficar no prejuízo especialmente porque um dos vestidos foi um pouco caro).

Lá fui eu aos correios. Enviei o vestido mais barato, por correio registado e passado alguns dias (sei lá uma semana e meia, duas) estava receber o email da Asos com a recepção do vestido e com a ordem de devolução. Tão simples quanto isto. Enviei o vestido mais caro e correu exactamente igual: bem!

 

Fiquei por isso com boa impressão do sistema da Asos. As encomendas chegam super a tempo e direitinhas. Experimentamos e se algo não estiver bem o único mal é que temos de pagar os portes. Se for uma coisa leve, nem é muito caro, mas se calhar coisas mais pesadas vale a pena reconsiderar antes de comprar à maluca, especialmente se forem caras.

Como estas minhas duas compras falhadas até correram bem, considero comprar novamente através deste site, especialmente marcas que não se vendem por cá, não só de roupa, mas também de maquilhagem. Para as meninas interessadas este site vende marcas como Nars e TheBalm e por isso vai continuar nos meus favoritos!

 

Tinha de fazer este post, pois se toda a gente for como eu, gostam de ler os comentários e as experiências do pessoal antes de comprar onde quer que seja. Eu, também, li algumas coisas, tanto experiências positivas como negativas. Mas no geral achei que era bem fiável, por isso arrisquei. Se não tivesse um feedback positivo, jamais compraria...

 

Espero que façam boas compras e já sabem se tiverem algum dúvida, podem deixar aí nos comentários que terei todo o gosto em responder com o que souber.

 

By Kat

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tenho andado desaparecida, mas não é por mal. Não me cansei do blog, nem é uma questão de falta de inspiração é mesmo falta de tempo! Mas como tinha prometido dois vídeo por semana e durante algum tempo consegui cumprir, esta semana sinto-me em dívida e por isso vos trago este vídeo, neste dia da semana que tanto nos agrada. 

 

Este vídeo, cujo tema vão descobrir em mais detalhe assim que carregarem no play, foi filmado na semana passada, ao final de um dia de trabalho e por isso a luz está meio estranha, mas ainda assim decidi publicá-lo, porque se o volta-se a fazer não seria a mesma coisa. 

 

Como vos digo sempre, espero realmente que gostem e que vos seja útil. Mas nunca se esqueçam que muitas vezes o que é bom e apropriado para quem escreve ou fala, neste caso, pode não ser completamente adequado para todas as pessoas. Sigam as dicas, mas só se forem convenientes. 

 

Beijinhos, 

 

by Bel

 

hair.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Lisboa Cultural

27.05.15

IMG_6562.JPG

Este domingo, como o tempo estava mais um vez óptimo, decidi “fugir” da praia... Pensava eu que toda a gente ia para a praia, mas na verdade acho que foram todos para Belém (faz tempo que não via tanta gente em Belém).

 

Afinal não fui a única a tentar fazer um domingo cultural, foram imensos os lisboetas que trocaram as praias pelos museus!!!

 

O mais concorrido foi, sem dúvida, o novo Museu dos Coches, com uma fila gigante a dar a volta ao edifício. Multidões à espera pacientemente para ver os coches no seu novo espaço... Já visitei o velhinho museu e tenho alguma curiosidade para ver o novo, mas não a suficiente para esperar naquela fila.

Logo do outro lado da rua, tínhamos o último dia do World Press Photo no Museu da Eletricidade. Fazia parte do meu roteiro, mas até aí havia uma fila grande, bem mais pequena que a dos coches, mas com a agravante de ser toda ao sol.

 

Como tenho muito pouca paciência para filas e grandes esperas, optei por visitar a nova exposição no Museu Berardo.

Fui com a Bel há uns dois ou três anos ver a coleção Berardo e agora voltei para ver o maior Chagall do mundo... A pintura é impressionante, com um tamanho tão grande que nem o CCB tem parede suficiente para o expor.

 

IMG_6566.JPG

O espaço é muito giro, se ainda não foram acho mesmo que vale a pena, não tem filas intermináveis e é gratuito. Vale uma visita à seria, mas também vale tomar um copo (ou almoçar) na esplanada do Este Oeste e antes/depois dar uma voltinha nos jardins ou numa das exposições.

IMG_6553.JPG

IMG_6581.JPG

Fica assim aqui a dica para o próximo fim de semana!

 IMG_6591.JPG

IMG_6589.JPG

 Top - Zara | Calças - Bershka | Sandálias - Blanco | Carteira - Michael Kors | Óculos - Ray Ban

By Kat

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aviso

WINE&LIPSTICK, Fashion, Beauty, Travel, Lifestyle, Wine, Lipstick A blog to consume without moderation Todas as imagens publicadas neste blog são pessoais ou foram encontradas via motor de busca. Em caso de violação de direitos de autor, serão retiradas mediante aviso via e-mail.



foto do autor